Home / Saúde e Bem Estar / Barriga inchada nem sempre é gordura localizada

Barriga inchada nem sempre é gordura localizada

Pode ser que você esteja malhando para reduzir a barriga e não esteja conseguindo os resultados esperados simplesmente porque barriga inchada nem sempre é gordura localizada.

O abdômen aumentado é um incômodo bastante comum em quem chega às academias, mas é importante que suas causas sejam identificadas corretamente para que se possa ter uma barriga chapada o mais rápido possível!

Fatores que podem inchar a barriga

Barriga inchada nem sempre é gordura localizada, mas na maior parte das vezes, o abdômen é um dos locais do corpo onde mais armazenamos gordura, assim como glúteos e outras partes mais suscetíveis ao acúmulo.

No entanto, há muitos outros fatores que podem contribuir para que sua barriga não fique chapada. Pode ser, inclusive, que a gordura exista, mas esteja associada a outros fatores que dificultam a diminuição da barriga.

Veja os principais fatores que podem inchar a barriga, além de gordura localizada:

  • Excesso de gases

Às vezes o excesso de gases se torna tão rotineiro que não percebemos que é ele o responsável por um grande inchaço na barriga. Esse é um dos principais fatores que mostram que barriga inchada nem sempre é gordura localizada.

Para evitar o acúmulo de gases é necessário eliminar alguns alimentos da dieta, como feijão, ovos, leite, batata, bebidas com gases e cafeínados. Ainda é aconselhado realizar uma avaliação para avaliar se não há intolerância à lactose ou outro tipo de açúcar.

  • Intestino irritável

A síndrome do intestino irritável é considerada uma doença e pode provocar inchaço importante na barriga. Além do inchaço, provoca dores abdominais, diarreia ou intestino preso mal estar e náuseas.

  • Menstruação ou TPM

A menstruação e o período que a antecedem podem provocar um inchaço visível no abdômen. Além do aumento do volume da barriga, provocado pelo real acúmulo de líquidos e inchaço do útero, esse período pode provocar aumento de gases, sensação de peso no corpo e cansaço.

Felizmente existem tratamentos bastante eficazes para o tratamento do inchaço excessivo no período menstrual, a maioria deles à base de hormônios. Em casos muito graves pode ser necessário utilizar medicamentos que suprimam a menstruação.

  • Intolerância à lactose

A intolerância à lactose é mais comum do que se possa imaginar, muitas pessoas passam grande parte da vida sem saber que são intolerantes até terem uma crise mais grave.

Esse é um dos fatores que também demonstram que barriga inchada nem sempre é gordura localizada, já que a dificuldade do corpo em digerir a lactose provoca um inchaço grande e muita sensação de mal estar.

  • Tireoide

Como é uma função hormonal, o desequilíbrio da tireoide provoca ou um inchaço muito grande no organismo ou emagrecimento repentino. O aumento de peso ao redor do abdômen geralmente é visível em pessoas com esse desequilíbrio.

O tratamento médico para hipo ou hipertireoidismo é longo e geralmente surte efeitos a médio prazo.

  • Cortisol

O cortisol é um hormônio naturalmente fabricado pelo organismo e é conhecido como hormônio do stress. As pessoas que se sentem ansiosas ou em situações de medo ou pânico costumam liberar mais cortisol.

Essa liberação provoca gordura localizada ao redor da barriga, que só pode ser eliminada com tratamento médico associado à atividade física.

Como você já viu durante o texto, há inúmeros fatores que comprovam que barriga inchada nem sempre é gordura localizada e esses fatores podem influenciar muitos nos resultados para chapar a barriga.

Portanto, antes de se desesperar, não procure dietas muito restritivas e busque fazer uma avaliação médica, além de contar com educadores físicos habilitados para desenvolverem o melhor treino de abdominal par você!

Treine seu abdômen na Pratique Fitness e obtenha barriga chapada em muito menos tempo!

Sobre rafael

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *